Sonhos: oferenda a Rimbaud

 

Sonhos: oferenda a Rimbaud

Sob um negro céu coberto de ilusões - entre os lençóis
de cetim, as lingeries azuis, os beijos de prata
e os abraços de veludo que perpetuam a nobreza
da emoção - escuto o silêncio que se abre do coração fechado
a ferro, ao encanto de versos reversos.

Pérolas de cor negra espalham-se pelo chão, gigantes
de desejos incontroláveis numa lagoa de espumas verdes,
flores de choro roxo e de risos alecrim
perfumam as costas nuas.

Como um demônio de olhos parvos e de contornos
de medo, o som e o tom seduzem os prazeres escondidos
ao pecado multicor dos devaneios.


Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz
Cabo Frio, 17 de maio de 2010 – 2h38
Fundo musical: Ernesto Cortazar. Secrets of my heart
 




 


Copyright © 2017, Sílvia Maria Leite Mota
Povered by © Fritsche
PORTAL AVSPE